S. Marino

É o mais antigo estado soberano e república constitucional do mundo e, em simultâneo, o menor dos microestados europeus. 30 mil habitantes povoam São Marino, que conta com apenas 61 kms2 de território, um espaço pequeno mas cheio de motivos de interesse, a começar logo pela capital, a cidade de São Marino, cujo Centro Histórico é Património da Humanidade.
A Porta de São Francisco, a Catedral, o Palácio Público, o Palácio dos Capitães, os muitos museus, como o do Emigrante, a Praça do Titán, a de Garibaldi, o Mosteiro de Santa Clara e as Igrejas de São Pedro ou de São Quirino são apenas alguns dos monumentos a não perder nesta cidade, que conta ainda com três castelos, Guaita, Cesta e Montale. Na lista da UNESCO, além da cidade, consta o Monte Titano, a leste de São Marino, que tem três picos, sendo o mais elevado o Pico da Roca, com 749 metros de altitude.
De relevo acidentado, o pequeno país, um enclave em território italiano, tem um sistema bem estruturado de teleféricos para que residentes e visitantes possam aceder aos locais mais elevados. Importa referir que o turismo é o grande motor da economia do país, não só pela concentração de edifícios históricos, como também pela proximidade de uma das mais famosas estâncias balneares do Adriático, Ramini.
Milhares chegam ainda a São Marino graças a dois eventos desportivos: o Grande Prémio de Fórmula 1 e o Grande Prémio de Moto GP. Relembre-se que o primeiro vai ficar sempre marcado pela morte, em dias consecutivos, de dois pilotos, Ayrton Senna e Roland Ratzenberger, corria o ano de 1994.
Deixando São Marino, há muito mais para conhecer nos outros oito municípios que integram o minúsculo país: Acquaviva, Chiesanuovo, Domagnano, Faetano, Fiorentino, Montegiardino, Borgo Maggiore e Serravalle, os dois municípios mais povoados. No que toca a belezas naturais, nada como os passeios pelas colinas verdejantes do território e os picos mais elevados, uma excursão pelos bosques de pinheiros de Montecarreto, pelo Parque Natural de Montecchio, pelo Parque Iaiala de Serravalle ou pelo Percurso da Saúde em Domagnano.
No que diz respeito a monumentos que valem uma visita, destaque para a ?Rocea Malatestiana? de Serravalle, o Santuário de Borgo Maggiore, do arquiteto de Florença Michelucci, o Museu Postal Filatélico e Numismático, também em Borgo Maggiore, a Igreja e o Mosteiro de Valdragone, a Fortaleza de Pennarossa, e outras igrejas, bem como ruínas antigas espalhadas por todos os municípios de um país que, embora pequeno, tem um enorme potencial turístico e uma riqueza bem importante no Sul europeu.

QRCode: S. Marino



Área: 61 km²

População: 27.336

Capital: Cidade de San Marino (4.493)

Per capita (US$): 41.900

Língua: Italiano

Religião: Cristianismo