Montenegro

Independente apenas desde 2006, altura em que se separou da Sérvia, Montenegro é hoje um destino turístico atrativo nos Balcãs. Depois de vários anos de conflitos, o país prospera e reúne os ingredientes para cativar visitantes estrangeiros, não concentrasse no seu pequeno território praias de águas cristalinas, belas zonas montanhosas e zonas pitorescas, com muitas histórias da História do país para contar.
Começando a viagem pela costa do Adriático, encontramos cidades que obrigam a uma visita. Ulcinj, com várias praias, nomeadamente a de Velika Plaza, é um dos exemplos. À costa arenosa juntam-se ruas tipicamente medievais, uma vida noturna agitada e ainda pontos de observação de aves importantes. Bar é mais uma cidade em destaque, marcada pela mescla de culturas e tradições. Com as mais antigas oliveiras do mundo, a cidade tem ainda múltiplos monumentos religiosos que valem uma visita. Budva, um belo exemplar da arquitetura mediterrânea, junta belas praias, bonitas paisagens e ainda igrejas imponentes, como a do Espírito Santo. Tivat é um importante local no que toca ao turismo náutico, ficando já na baía de Kotor, uma das mais famosas do Adriático e considerada Património Mundial pela UNESCO. A baía é separada da cidade por amplas muralhas, que protegem casas típicas da região, igrejas de diferentes credos e outros monumentos famosos. A baía preserva uma vida marinha de grande interesse, além de conter fiordes únicos na região. Herceg Novi é mais uma importante cidade da costa, com bonitas praias e inúmeros spas.
A separar a costa do Interior do país encontramos a capital, Podgorica, que está, em simultâneo, próxima das praias e próxima das montanhas. A cidade, agitada e com uma mistura clara entre passado e futuro, tem vários pontos de interesse, como sejam as igrejas ortodoxas, cristãs e muçulmanas, a Torre do Relógio, o Monumento ao rei Nicolau, as Pontes Millenium e Blazo Jovanovic e inúmeros museus, galerias de arte e instituições de Ensino Superior. Os espaços verdes também abundam na cidade, que se tem vindo a modernizar e rejuvenescer.
No Centro do país, começa a notar-se o relevo montanhoso, bem característico do país. O Parque Nacional do Lago Skadarsko, o maior dos Balcãs, é um ponto de paragem obrigatório, pela beleza das paisagens que integra e pela diversidade da fauna e da flora. Também o Monte Lovcen merece uma visita, bem como a cidade de Cetinje, com uma zona histórica de enorme beleza, o mosteiro de Ostrog, a Igreja Vlaska, museus, teatros e ainda a chamada ?Lipska pecina?, um conjunto de grutas de enorme interesse turístico.
Subindo no território, deparamo-nos com mais um local classificado pela UNESCO, o Parque Nacional Durmitor, com 39 mil hectares. As quedas do Rio Tara, os bosques, o Monte Durmitor, os 18 lagos glaciares e os picos montanhosos são as atrações do local, que chama a si turistas que aproveitam sobretudo para praticar atividades como o esqui, o rafting, o montanhismo ou a escalada. Kolasin e Zablajak são duas das mais importantes cidades desta região, uma das mais visitadas pelos turistas estrangeiros.
Berane, Plav, Niksic, segunda cidade do país, ou os bosques extraordinários de Biogradska Gora são mais alguns locais que se destacam no mapa do Montenegro, um país que, apesar da posição geográfica complicada, tem conseguido prosperar e atrair visitantes, estando neste momento a tentar entrar na União Europeia.

QRCode: Montenegro



Área: 13.810 km²

População: 684.736

Capital: Podgorica (136.473)

Per capita (US$): 13.958

Língua: Montenegrino e Sérvio

Religião: Cristianismo (Ortodoxo) e Islamismo