Irlanda

Terceira maior ilha da Europa, a Irlanda (1922) é chamada há séculos de ?Ilha Esmeralda?, pelo verde das suas paisagens, onde se escondem lendas, mitos e muitas histórias do passado celta. Rodeada pelo Atlântico, pelo Mar Céltico, pelo Canal de São Jorge e pelo Mar da Irlanda o país, outrora próspero, é hoje um dos que mais sente a crise que tem vindo a afetar a Europa. Além das dificuldades do presente, a Irlanda sofreu perdas e mantém feridas da luta travada para se desligar do poderio e da soberania da coroa inglesa. 
Independente desde 1922, este é um excelente país para os amantes da Natureza e da História. As costas da ilha são adornadas com falésias abruptas, sendo o interior plano, verdejante e cheio de cursos de água, sejam rios, riachos ou os famosos lagos, conhecidos como loughs. Deng e Ree são dois dos mais conhecidos, no Centro-Oeste do país. Os mais famosos são os de Killarney, no Sudoeste do território. Rodeados de montanhas, os três loughs de Killarney compõem uma paisagem belíssima, onde é possível praticar vários desportos ao ar livre. Os lagos integram um Parque Natural e estão ainda rodeados de monumentos muito apreciados pelos turistas, como o Castelo de Ross, a Abadia de Muckross e a Ilha de Ross (uma península na ribeira do lough Leane).
A paisagem verde é sempre marcada pela História do país, que tem testemunhos espalhados por todo o território. Dois deles estão classificados como Património da Humanidade. Trata-se do Conjunto Arqueológico do Vale do Boyne, a Norte da capital Dublin. O local está recheado de pedras neolíticas, tendo ainda importantes pontos astronómicos. O outro sítio classificado pela UNESCO é o Skelling Michael, uma pequena ilha adjacente à Irlanda, onde fica um mosteiro construído no ano 588. Várias pedras formam figuras e o antigo mosteiro, rodeado de lendas também.
Voltando ao território continental, destaque para Dublin, a capital e uma das mais agitadas cidades da Europa. Repleta de cafés, pubs e lojas, a capital irlandesa é uma das mais vibrantes do Velho Continente. O lazer passa também pelos vários parques e jardins da cidade, como o Jardim Iveagh, o Parque Phoenix, o Parque St Anne, o Jardim das Rosas ou o St Stephen?s Green. A cultura também tem uma presença muito forte em Dublin. São disso prova o Museu Nacional, a Galeria Nacional, a Galeria de Arte Moderna, o Museu e Teatro de Marionetas de Lambert, o Museu James Joice ou o Teatro The Civic. Localizada na foz do rio Liffey, Dublin reúne ainda um conjunto importante de monumentos que vale a pena conhecer. A Câmara, a Casa Leinster, o Four Courts, o Castelo de Dublin, a Igreja de St Micham, a Ponte O?Connel, o Trinity College, a Catedral St Patrick?s ou o Castelo Malahide são apenas exemplos. Outra opção para ver a cidade é fazer um passeio de barco no rio ou optar por uma incursão na baía de Dublin, de onde se pode vislumbrar a vida marinha e as aves que a habitam.
Mais para Sul, encontramos o ?Jardim da Irlanda?, as Montanhas Wicklow, onde se encontram monumentos históricos, o mosteiro de Glendalough ou Avondale, um local rodeado de bosques e de mistério. Cork, a segunda maior cidade do país, também está no Sul do território. Museus, galerias e teatros recheiam esta cidade, que detém a segunda maior baía natural do mundo, a seguir à de Sydney. A Torre do Relógio, a Câmara, o Porto, a Catedral de São Finbarr, o Mercado Inglês ou o Castelo Blarney são pontos imperdíveis em Cork, também repleta de belos lagos e bosques.
Seguindo para Norte, mais duas cidades em destaque: Limerick, na foz do rio Shannon, e cujas atrações principais são a Catedral de São João e o Castelo de São João, e Galway, uma bela cidade banhada por uma baía. A Catedral e o Castelo da cidade são apenas alguns dos pontos de interesse nesta zona, na costa ocidental do país, a mais marcada pelas tradições celtas. Já no Mar, ao largo da Galway, ficam as Ilhas Arán, com uma paisagem de grande beleza, que conta com praias, bosques, mas também ruínas de fortes e igrejas. São ilhas que retratam bem o que é a Irlanda, um país de verdes paisagens e muita História.
No extremo Norte do país, destaca-se Donegal, uma região de castelos e, antigamente, de sanatórios. O mosteiro franciscano e o Castelo Freud são alguns atrativos do Norte da República da Irlanda, que ocupa cinco sextos da ilha. Apenas uma pequena parte integra a Irlanda do Norte, tutelada pelos ingleses e parte do Reino Unido. 
Ciclismo, canoagem, vela, pesca e muitas outras atividades podem ser praticadas nas belas paisagens irlandesas. A mistura sublime entre a paisagem e a História tornam o país encantador e propício a uma visita, rodeada de mistério e de descoberta.

QRCode: Irlanda



Área: 70.273 km²

População: 4.581.269

Capital: Dublin (505.739)

Per capita (US$): 47.750

Língua: Inglês e Irlandês

Religião: Cristianismo