Alemanha

Com os títulos de maior economia da Europa e 4ª maior do mundo, a Alemanha é um país rico em História, em paisagens e cidades dinâmicas, onde a ciência e a tecnologia prosperam. Abrangido por três dos mais importantes rios do continente, o Reno, o Danúbio e o Elba, o país apresenta grande riqueza no que toca à biodiversidade, concentrando vários parques naturais, jardins botânicos e zoológicos, com destaque para o Zoologischer Garter Berlin, que apresenta a maior coleção de espécies do mundo.
São muitos os pontos de interesse no país que esteve 28 anos dividido em dois: a Alemanha Ocidental (que prosperou ao ritmo dos Aliados) e a Alemanha Oriental (onde ainda hoje se nota a presença de edifícios construídos pelos soviéticos). Berlim é a cidade onde se pode conhecer a marca mais significativa da divisão: o famoso Muro. Hoje adornado com pinturas, o muro foi outrora o terror de inúmeras pessoas que morreram ao tentar pular para o outro lado. O Museu do Muro fica logo ao lado, no antigo Checkpoint Charlie. Ainda em Berlim, são imperdíveis os muitos museus e galerias de arte, a Porta de Brademburgo, o Parlamento, as típicas praças, os palácios e parques (alguns Património Mundial) ou a Ilha dos Museus, no rio Spree, que junta 5 museus no total. Junto a Berlim, destaque para a cidade de Postdam, também importante na História do país e da II Grande Guerra. O Palácio de Sanssouci e os palácios e parques da cidade são dignos de uma visita cuidada.
Na parte mais a Leste do país, são imperdíveis as cidades de Leipzig, famosa pela música e literatura. As Torres da Câmara ou a Igreja de São Nicolau são locais interessantes a conhecer. Já em Dresden, destaque para o imponente edifício da Ópera, que atrai anualmente milhares de turistas. De Leste para Norte, na Baixa Saxónia, encontramos a Rota dos Contos de Fadas, que passa por Gottingen (com os edifícios de arquitetura tradicionalmente germânica), Hannover (a cidade que apresenta a maior área de exposições e feiras do mundo) e Bremen, uma cidade de uma beleza única, com o porto mais antigo do país, a Praça do Mercado e a Estátua de Rolando (Património Mundial) ou o edifício da Câmara.
Mais a Norte encontra-se Hamburgo, com o mais conhecido porto do país, lagos, várias igrejas e museus e inúmeras estátuas espalhadas pela cidade. Do lado Oeste do país, na região da Vestefália, salienta-se a cidade de Colónia, com a bela catedral, considerada Património Mundial e um Museu Documental com vários documentos nazis. Aliás, quem quiser conhecer a fase mais negra da história germânica, pode fazer uma visita a três antigos campos de concentração: o de Bergen-Bergen (onde se encontra a chamada ?Sala do Silêncio?), o de Dachau (o 1º a ser construído sob as ordens de Hitler) e o de Sachsennhausen, que tem hoje um museu e um memorial do Holocausto.
Caminhando para Sul, apresenta-se Frankfurt, cidade com um dos mais movimentados aeroportos do mundo e famosa pelas salsichas e cervejarias, Weimar, cujo centro histórico é Património Mundial, o mesmo título atribuído aos vários edifícios com estilo Bahaus (presentes também na cidade de Dessau). Na região da Renânia, é imperdível uma viagem pelo Vale do Reno (com paisagens recheadas de castelos e vinhas). Paragem obrigatória na cidade de Trier, cujos monumentos românicos são Património da UNESCO. Com a mesma classificação estão locais como a Abadia de Lorsh, os castelos de Augustusburg e Falkenlust, os monumentos da velha Quedinburg, a cidade de Lubeck, os Centros Históricos de Straslsund e Wismar e os Memoriais a Lutero (o pai da Reforma Protestante) em Eisleben e Wittenberg.
Mudando a paisagem, a Sudoeste do país, encontra-se a região da Selva Negra, onde se destaca Friburgo, com a sua bela e velha catedral, Baden-Baden, paisagem conhecida como Caminho Alto, Estugarda, Heidelberg e o Lago Constança, que não dispensa uma visita. Na Baviera, Sul do país, Munique centra as atenções, com as suas avenidas arborizadas, a zona velha da cidade, a Coluna da Virgem, a Igreja de São Pedro ou o Relógio de Pêndulo em Neues Rathaus. Ainda a Sul, não esquecer o vale do Rio Mosela, com belas paisagens vinícolas.
A Alemanha integra ainda uma parte dos Alpes, tendo como ponto mais alto o Monte Zugspitzer, com 2962 metros. No Vale do Andes, destacamos para uma visita a Igreja de Wies, os vestígios das habitações palafitas em torno dos lagos e pântanos e o Complexo Monástico de Maulbronn. 
A Alemanha está repleta de belos monumentos, com grande mistura de estilos arquitetónicos. Os castelos são um complemento essencial da paisagem, destacando-se por exemplo os de Wartburg ou o de Neushwanstein, dos mais visitados do país. As marcas da extração de minérios no país, em Essen ou Volklingen, também são locais interessantes a conhecer e reconhecidos pela UNESCO como Património Mundial.
Impossível esquecer ainda as antigas florestas de Alemanha, que acumulam grande variedade de espécies, integrando diversos parques naturais, o sítio de fósseis Messel Pit, um marco importante para a compreensão da biodiversidade do Período Terciário, e o Mar de Wadden, com vários canais de drenagem e planícies marítimas. Praias, embora com pouco sol, podem ser encontradas nas Ilhas de Frisas, Hiddensee e Rugen. Fora do território alemão, destaque para as fronteiras do império romano na Grã-Bretanha, que ainda pertencem aos germânicos, com destaque para as fortificações e a Muralha de Adriano.
Um passado forte, tanto pela positiva como pela negativa, deixou inúmeras marcas no país, que, depois da guerra não parou de crescer. Apesar dos modernos edifícios, não se deixaram perder no tempo os muitos monumentos que relembram a História da Alemanha e a mistura entre passado e presente é, certamente, um forte motivo para conhecer o país de lés-a-lés.

QRCode: Alemanha



Área: 357.051 km²

População: 3.431.700

Capital: Berlim (81.757.600)

Per capita (US$): 37.935

Língua: Alemão

Religião: Cristianismo