Finlândia

Numa mistura única entre Natureza e História, a Finlândia (1917) apresenta-se bem no Norte da Europa, apresentando regiões brancas de neve e saídas para o mar bem interessantes, com praias atrativas. Embora seja o 8º maior país, trata-se do menos povoado da União Europeia. A maior parte da população habita no Sul, região menos rigorosa em termos climáticos. A Norte, um dos tesouros deste país escandinavo: o belo Sol da meia-noite. Um quarto do país está no Círculo Polar Ártico, sendo que no ponto mais setentrional há 73 dias, no Verão, em que o Sol não se põe e, no Inverno, 51 em que nem sequer nasce.
O deslumbre deste contraste pode ser observado na Lapónia, a Terra do Pai Natal, que ocupa um terço do território finlandês. Rovaniemi é a cidade principal desta região, detendo grandes rios, lagos e a possibilidade de se percorrerem rotas bem definidas para conhecer a cidade e toda a área da Lapónia, palco de vários eventos sobretudo na época natalícia.
Helsínquia é a capital deste país e está bem no Sul. A Igreja de Temppeliankio, cavada na rocha e com uma cúpula em bronze, o Museu Nacional, a Praça do Mercado, a Baía de Tool, a Ópera, o Monumento a Sibelius, a Catedral Evangélica e Luterana, a Praça do Senado, o Parque de Esplanadi ou a Catedral de Uspenski são alguns dos atrativos principais desta cidade, inserida numa grande área metropolitana. Nela está incluída a cidade de Espoo, com uma enorme diversidade de paisagens, o Parque Nacional Nuuksio e o Parque Aquático de Serena, duas preciosas amostras das ricas fauna e flora do país. Vivendo de paradoxos (passado/futuro, cidades/aldeias pitorescas), Vantaa é mais uma cidade de relevo na região da capital.
Para os turistas, há três regiões bem interessantes para conhecer na Finlândia mais povoada: o Caminho Real, que inclui cidades como Hanko, Pohja, Karjaa, Siuntio, Lohja, Samatti, Nummi e Pussula, cidades recheadas de museus, castelos e fortalezas, a Região dos Artistas, próxima da capital, com destaque para as cidades de Sarvenpaa, Tuusula e Kenava, e ainda a Região Norte de Uusimaa, com belos lagos e colinas.
Na costa Sul, não faltam belos locais para conhecer. Na parte Oriental, ressalta o bairro antigo de Porvoo, os poços glaciais de Askola, a fortaleza de Loviisa, a antiga cidade viking Kotka ou a pitoresca região de Kouvola, onde se localiza a Fabrica de madeira e cartão de Verla, classificada como Património Mundial. O mesmo acontece com o Arco Geodésico de Struve, que passa por 10 países, incluindo o país do Pai Natal.
Voltando à Costa, agora à Ocidental, encontramos a mais antiga cidade do país, Torku, bem como Rauma, cujo centro histórico com várias construções em madeira é Património da Humanidade, Vaasc, perfeita para os amantes da Natureza, Kokkula, onde se destaca a Ilha do Farol ou Oulu, com praias, bosques e um a bela vista sobre a ilha de Hailuoto. Refira-se que a Finlândia tem perto de 180 mil ilhas e outros tantos lagos, sendo o Saimaa o maior de todos. No que às ilhas diz respeito, destaque para as Aland, um arquipélago com 6500. Mariehamn é a cidade principal, chamada ?dos marinheiros?. Na Costa Ocidental do Centro do país mais um arquipélago famoso, ao largo de Vaasa, o Kvarken, no Golfo de Bótnia. O arquipélago está classificado como Património da Humanidade.
Mais três locais merecem essa distinção no país: o sítio arqueológico da Idade do Bronze de Sammallahdenmaki, perto de Pori, a Fortaleza de Suomenlinna, uma importante fortificação junto ao porto de Helsínquia, e ainda a Igreja Velha de Petajavesi, uma igreja luterana do século XVIII construída em pinho de cor avermelhada. No local há agora uma nova igreja que se pode também visitar.
No percurso pelo país, resta a visita à Região dos Lagos. Tampere é a cidade principal desta região, uma cidade dinâmica e cheia de vida. A Praça Maior, a Catedral, as colinas, o bairro de Piispala são apenas alguns locais que valem uma visita. O castelo, as igrejas de madeira, os museus e a Reserva de Pássaros são os atrativos de mais uma cidade da zona, Savolinna. Paijanne, a joia dos lagos, e a cidade universitária de Jyvaskyla são mais alguns locais a não perder, numa viagem a este país, de paisagens variadas, contrastes deslumbrantes e, acima de tudo, um conjunto de elementos naturais de cortar a respiração.

QRCode: Finlândia



Área: 338.145 km²

População: 5.348.357

Capital: Helsínquia (560.000)

Per capita (US$): 40.197

Língua: Finlândes e Sueco

Religião: Cristianismo (Luteranismo)