Estónia

É o país báltico mais a Norte. A Estónia (1991) é um dos territórios que se tornou independente após o desmembramento da União Soviética a presença russa ainda é bem clara nomeadamente nas construções que encontramos pelo país, que inclui a porção continental, rodeada pelo Golfo da Finlândia, pela Rússia, pela Letónia e pelo Mar Báltico, e ainda pelo arquipélago que integra mais de 1500 ilhas, apenas algumas habitadas.
Coberto por enormes florestas de natureza boreal, a Estónia integra ainda 1200 lagos, que conferem uma beleza única ao território. O Peipsi (no extremo Leste) é o maior dos lagos, sendo ainda o quatro maior de água doce da Europa. Destaque ainda para um outro lago, o Vortsharv, na região Centro-Sul do país. A presença dos lagos, das florestas e dos pântanos resulta numa grande riqueza de fauna e flora, refletida nos 12 parques nacionais. Os Parques de Lahemaa, de Sooma, de Matsalu e a Reserva de Pássaros da Baía de Kaina são os mais conhecidos e visitados sobretudo pelos amantes da observação de aves. Para estes, as ilhas da Estónia são também um paraíso, já que por elas passam imensas espécies de aves migratórias.
Da Natureza para o Património Histórico, começamos a conhecer a Estónia pela capital, Tallin, no Norte do país. Com o Centro Histórico classificado como Património da Humanidade, a capital é uma típica cidade medieval. As Torres do Porto de Viru, a Câmara, a Igreja gótica com o mais antigo relógio do país, o Museu Medieval, a Igreja e o Mosteiro Dominicanos, a Catedral Ortodoxa Alexsadr Nevsky, o Castelo de Toompera, as Torres da muralha, o Palácio Maarjamã ou o Parque Kadriorg são algumas das atrações turísticas da cidade.
Continuando a Norte, a paisagem é rochosa com penínsulas e baías cercadas de lagos, cascatas e rios. Destaca-se na região Nordeste o povoado pitoresco de Altja, famoso pela importância arqueológica, e ainda a cidade de Narva (bem no Leste do território) onde se pode visitar o Museu, o imponente Castelo ou o edifício da Câmara.
Descendo para Sul, tem importância a cidade universitária de Tartu, a segunda mais populosa do país e com caraterísticas bem diferentes de Tallin. Trata-se de uma cidade mais cosmopolita e moderna. As belas colunas da universidade, a Câmara Municipal, o Museu de Arte Clássica, o estilo gótico das Igrejas de São João e da Catedral, a Ponte do Anjo e o Museu do Observatório Astronómico são algumas das atrações mais interessantes da cidade, próxima do grande Lago Peipsi e banhada pelo rio Emajogi.
A Sul de Tartu, mais uma bela cidade rodeada de lagos e colinas, Otepaa. O local é ainda propício à prática de sky, pelo que o turismo é uma das principais atividades da região. Além da paisagem natural, destaca-se na cidade o Castelo Sargaste. Boru é mais um local a conhecer, também banhado por um lago e com uma bela fortaleza para admirar. Mais a Sul ainda, encontra-se Suur Munamagi, com o Castelo de Vastsellina como principal atrativo. No Sudeste, Parnu é a cidade mais relevante, um lugar marítimo, onde se podem tomar banhos de barro. A Torre Vermelha, as casas do século XVII, o museu são os locais a conhecer, numa cidade com fácil acesso às Ilhas Kihnuiruhnu. Mais afastada fica a maior das ilhas do arquipélago, Saaremaa, com o famoso Castelo Kuressaare, construído no século XIV, o Museu Regional e ainda belas paisagens insólitas, onde do verde saltam à vista igrejas góticas, fortalezas e algumas casas pitorescas. Outra ilha em destaque é Hiiumaa, a segunda maior. 
Navegar, nadar, explorar as ilhas ou, pelo contrário, aproveitar o melhor da porção continental, passeando pelas cidades ou, para os mais aventureiros, esquiando os picos mais elevados durante o Inverno são atividades ao dispor dos turistas que queiram conhecer este país, com pouco mais de um milhão de habitantes.

QRCode: Estónia



Área: 45.228 km²

População: 1.342.409

Capital: Tallin (403.500)

Per capita (US$): 20.657

Língua: Estoniano

Religião: Irreligião, Cristianismo