Áustria

Elegante, próspera e bela podem ser adjetivos aplicáveis à Áustria (1955), um dos países mais ricos do mundo. Com uma vida cultural muito rica, o país é composto por 9 estados, com características bem diversas. Viena é um desses estados e é considerada a melhor cidade do mundo para se viver.
Centro mundial da inovação musical, Viena foi o palco de alguns dos mais famosos compositores de sempre, como Mozart, Beethoven, Schubert ou a família Strauss. A cidade está repleta de salas de espetáculos, casas de ópera e belos museus onde se podem ver as criações destes artistas. Sendo o Centro Histórico da Cidade considerado Património Mundial, Viena tem como atrações turísticas a Catedral de Santo Estevão, o Palácio e Jardins de Schonbrunn (também classificados pela UNESCO), a Torre do Danúbio, os muitos palácios barrocos, a estrada circular Ringstrasse, bem como a Cúpula de Pozzo, o Museu dos Relógios, o Museu dos Brinquedos, a Coluna da Peste, o Palácio Belvere, o Palácio da Ópera ou o bairro Spittelberg, com zonas urbanísticas famosas. Trata-se de uma cidade cosmopolita, cheia de eventos culturais, bons locais para descansar, apreciar o património ou ouvir música clássica.
Dentro da Baixa Áustria, onde também se insere Viena, encontramos mais uma série de locais a não perder numa viagem ao país, com dois terços do território preenchido pelos Alpes. A ?Rota do Vinho? é das mais famosas do estado, cuja capital é Sankt Potten. Vários balneários de águas termais podem ser encontrados na região, onde habitou Beethoven (em Dadem). O castelo Harrach, o conjunto arquitetónico Schloos Laxenburgh, o distrito dos bosques (Waldwierfel), o castelo de Rosenau ou a coleção de locomotivas de Strasshof também merecem visita neste estado do Norte austríaco, onde se encontra a bela paisagem cultural de Wachau, Património Mundial.
No estado mais a Leste, a Burgelândia, encontramos também muitos atrativos. O Lago Neusiedler é talvez o mais conhecido. As praias de Rust, o castelo medieval de Forchtenstein, bem como a fortaleza ou o castelo de Riegersburg são também locais imperdíveis. O mesmo acontece com a capital do estado, Eisenstadt, com vários palácios, museus e ainda o famoso ?Festival dos Mil Vinhos?.
Caminhado para Oeste, chegamos a Esteria, cuja capital é a cidade de Graz, Património Mundial da UNESCO. Os palácios, a Torre do Relógio, a Casa Luegg, a Igreja Franciscana, o Mausoléu do Imperador Fernando II, o Palácio de Herbersteim e o belo edifício Schloss Eggenberg (também Património Mundial) são os tesouros da cidade capital de estado. Ainda nesta região, destaque para o desfiladeiro e as cascatas de Barensschutzclamm, ou para a cidade medieval de Murau, onde se pode ter a oportunidade de conduzir uma velha locomotiva. As locomotivas e os caminhos-de-ferro tiveram, desde sempre, um papel de destaque no país. A linha de Semmering, num terreno acidentado, é mesmo considerado Património da Humanidade, por ser uma obra notável da engenharia civil.
Subindo à Alta Áustria, encontramos Linz, uma cidade cheia de património histórico e arquitetónico. A Catedral Nova, o Relógio Lunar, a Igreja Minoritária, o Pilar da Santíssima Trindade ou a Praça Hauptplazt são apenas alguns locais que deslumbrarão os turistas. Ainda no estado, destaque para as praias de Gmundem, as grutas de gelo de Dachstein, o balneário de Bad Aussee ou Hallstatt, uma cidade Património Mundial, com belas paisagens onde marcam presença as minas de sal.
Chegados a Salzsburgo, mais um universo arquitetónico incrível e classificado pela UNESCO. A Catedral, a Igreja Franciscana, o Cemitério de São Pedro, o Palácio ?Residenz?, a Igreja da Universidade, a rua onde viveu Mozart, a Abadia Nonnberg e muitos outros edifícios constituem mais um tesouro do país. Ainda neste estado, há a visitar o Zoológico, a área dos lagos de Salzkammergut, o Castelo de Anif ou os Castelos de Heubrunn. Aqui dominam ainda as pistas de sky do Monte Untersberg, muito apreciadas pelos turistas.
No Centro Sul da Áustria localiza-se Corintia, um estado de paisagens maravilhosas, com balneários, castelos medievais, muralhas e a espetacular Catedral de Gurk, com 100 colunas de mármore. Friesach é uma verdadeira cidade medieval, que vale uma visita atenta. No estado de Corintia, mais três centros turísticos austríacos, em torno dos lagos Worther See e Facker See: Portchach, Maria Worth e Velden.
Mais a Oeste, a pitoresca região do Tirol apresenta-se, tendo em Innsbruck a capital de estado. A música típica desta região é apenas um cartão-de-visita, a que se juntam, por exemplo, o Museu Olímpico, vários teleféricos, o Parque Bergisel, os famosos povoados onde se extrai o sal, o centro turístico Mayrhofen, de onde se pode subir ao glaciar Zillar, com 3 mil metros de altitude.
Vorarlberg é o mais ocidental dos estados, tendo em Bregenz a capital, cidade onde atracam vários barcos a vapor. Dragenzerwal, um bosque rodeado de montanhas, a Igreja de São Nicolau ou a de Katzenturm, com um sino de 7 toneladas, são alguns dos motivos de interesse deste estado.
Com picos de grande altitude, banhados por lagos com vestígios de casas palafitas (também Património Mundial), a Áustria é um país que não parou no tempo. Evoluiu e tornou-se um dos melhores do mundo. Preservou, contudo, o seu património histórico e cultural de forma tão soberba que, em cada esquina do país, há um novo tesouro a descobrir.

QRCode: Áustria



Área: 83.879 km²

População: 8.393.600

Capital: Viena (1.631.082)

Per capita (US$): 39.454

Língua: Alemão

Religião: Cristianismo