Argentina

É o oitavo maior país do mundo e o seu vasto território é cenário de diversas paisagens, culturas diferentes e riquezas que vão desde as belas cataratas de Iguaçu até aos glaciares da Patagónia ou à agitada e cosmopolita capital de Buenos Aires. A Argentina encontra-se dividida em 4 regiões geográficas, as planícies férteis de Pampas, as planícies ricas em petróleo no Sul da Patagónia, as campinas subtropicais no Norte do Gran Chaco e a Cordilheira dos Andes.
Com uma mistura cultural rica, com influências europeias, americanas e de povos indígenas, nomeadamente os gaúchos, o país do Tango concentra uma riqueza natural ímpar. Enumerar todos os locais que merecem uma visita é difícil porque são realmente muitos. Rios enormes, lagos belíssimos e glaciares marcam um país vasto, onde o Parque Nacional de Iguaçu é um local em destaque. São 250 mil hectares de floresta subtropical, onde as quedas de água captam os olhares dos milhões de visitantes que as observam. Local marcado por várias lendas, as enormes quedas de água, nomeadamente a imponente Garganta do Diabo, marcam a fronteira com o Brasil, sendo que dois terços das cataratas se localizam em território argentino. Também pela beleza da água, mas aqui em estado sólido, o Parque Nacional Los Glaciares merece uma visita. Na província de Santa Cruz, encontramos os maiores glaciares do mundo, a seguir aos da Antártica. O parque abarca ainda parte dos Campos de Gelo do Sul e o famoso Lago Argentino. O local é Património Mundial.
Com a mesma classificação está a Península Valdes, em Trelew, na Patagónia. Falésias e enseadas marcam a belíssima paisagem, marcada ainda pela existência de um ecossistema peculiar, em que abundam espécies marinhas e aves migratórias. Com uma importância arqueológica e paleontológica notável encontramos o Parque Nacional Talampaya, que faz fronteira com Ischigualasto, um local com uma paisagem desértica mas com formações rochosas peculiares. O árido deserto de Atacama, a Norte, e as grandes propriedades de vinho em Mendonza, na encosta dos imensos Andes, são outros locais imperdíveis no que toca à beleza natural que a Argentina pode oferecer a quem a visita.
Se a beleza natural abunda, a riqueza cultural não escasseia em terras argentinas. Os vestígios das missões jesuítas são uma das maiores atrações turísticas do país e podem ser encontradas na cidade de Córdoba, a segunda maior do país, mas também algumas já próximas da fronteira com o Brasil, com destaque para as missões de guaranis de Santo Ignacio Mini, Santa Ana, Nossa Senhora de Loreto e Santa Maria Mayor. O profundo vale de Hamahuaca, com 1500 kms, com aldeamentos muito importantes do ponto de vista cultural, e a Cueva de Las Manos, uma caverna com pinturas de mãos indígenas de uma beleza ímpar são outros locais que merecem uma visita neste país singular.
Natureza, cultura mas também cidades dinâmicas e que não dormem. Buenos Aires, a capital, é o expoente máximo desta descrição. Com marcas europeias, esta grande cidade tem um motivo de interesse em cada esquina. Com bairros típicos, a metrópole está cheia de monumentos, de parques, de cafés típicos, de casas de espetáculos, de tudo o que um turista quer. O Obelisco de Buenos Aires, a Plaza de Mayo, a Casa Rosada, o Palácio Barolo, o Cemitério de Recoleta (onde se encontram os restos mortais de Eva Péron), a Torre Monumental, o Passeio La Plaza ou a Avenida Corrientes são apenas alguns exemplos do que se pode ver nesta enorme cidade, onde o tango se ouve em cada bairro. San Telmo, Recoleta, Retiro, Palermo ou La Boca são alguns dos bairros favoritos dos turistas. Neste último encontra-se El Caminito, uma rua-museu, que apresenta, além das belas casas em madeira colorida, obras de diversos artistas.
Além da vida que não pára em Buenos Aires, há outras cidades que valem bem uma visita. É o caso de Córdoba, com as missões jesuítas, Rosário, com o famoso Monumento à Bandeira, Chaco, com os seus inúmeros parques naturais e reservas, onde se podem realizar várias atividades, ou Bariloche, junto aos Andes e rodeada de lagos e montanhas, uma cidade também voltada para os desportos radicais.
Cabe tudo no território argentino. Cabem as retas e planícies das Pampas, cabem os enormes picos dos Andes, cabem os lagos fantásticos e os rios que serpenteiam o país e as imensas reservas naturais, onde a fauna e a flora são de uma riqueza única. Cabem os quatro elementos, que se conjugam de forma formidável, sobretudo na Patagónia, Terra de Água e de Fogo, onde há lagoas, vales, vulcões a até praias. Cabe uma riqueza sem fim, sempre moldada pelos sons quentes do tão caraterístico tango.

Ver filme.

QRCode: Argentina



Área: 2.780.400 km²

População: 41.281.631

Capital: Buenos Aires (2.891.082)

Per capita (US$): 17.376

Língua: Espanhol, Francês e Português

Religião: Cristianismo