Sta. Lúcia

Próxima das ilhas de Martinica, São Vicente e Granadinas e Barbados, Santa Lúcia (1978) é mais um paraíso no Mar do Caribe. Praias de uma beleza única, fontes termais fumegantes e picos montanhosos fazem as delícias de qualquer visitante, que procure o relaxamento que as ilhas caribenhas são capazes de oferecer, e esta em particular, já que é habitada por gentes sociáveis, que fazem questão de confraternizar com turistas.
De origem vulcânica, Santa Lúcia está dividida em 11 distritos, sendo Castries a capital do Estado. A cidade é uma metrópole em pequena escala, com um porto onde atracam diariamente navios de cruzeiro. Os edifícios com marcas da colonização, a Praça de Colón ou a Catedral da Imaculada Conceição são alguns pontos de visita obrigatória na capital do país que tem, contudo, na Natureza o maior dos seus tesouros.
O Monte Gimie, pico mais alto do território é um ponto a assinalar nos locais a visitar, mas as grandes estrelas de Santa Lúcia são, sem dúvida, dois picos vulcânicos no sudoeste do país, emoldurados por uma bela baía. Gros Piton (com 770 metros) e Petit Piton (com 730) são duas elevações imponentes, cobertas de vegetação e atraentes à vista de qualquer visitante. A área em que se inserem, uma vasta região de quase 3 mil hectares, está sobre proteção e é Património de Humanidade.
Soufrière, onde estão estes picos vulcânicos e fontes de água borbulhante, é a região mais conhecida e mais rica do país. Entre as atividades que os turistas podem apreciar está a possibilidade de visitarem um vulcão à noite, o que proporciona uma experiência única. Junto, a bela praia de Jalouise, é uma das mais famosas. Anse Chastanet, Anse Cochon, La Toc Bay e Reduuit são outras belas estâncias balneares banhadas por águas turquesa ou esmeralda, recheadas de corais e espécies marinhas, algumas endémicas.
Rodney Bay, com uma lagoa artificial e várias lojas, Islete Gros, uma zona animada por pescadores onde a música do Caribe se ouve dia e noite, Vieux, com os belos edifícios coloniais, ou Rosseau, com mais uma baía onde os navios de cruzeiros costumam atracar são mais alguns pontos que se destacam no mapa desta ilha. A não perder ainda Morne, onde se encontram vários vestígios da arquitetura nativa e colonial, nomeadamente o Forte Charlote. O Parque Nacional Pigeon Island, de uma beleza natural notável e as ruínas da estação naval do Admiral Rodney, é mais um local a visitar numa viagem a Santa Lúcia, ilha que lhe pode oferecer momentos de relaxamento, como um jantar junto ao mar e com sons do caribe a emoldurar o cenário, ou momentos de pura aventura, como a prática do windsurf ou os passeios pelos picos montanhosos ou fontes fumegantes de enxofre do vulcão de Soufrière.

QRCode: Sta. Lúcia



Área: 539 km²

População: 162.178

Capital: Castries (10.000)

Per capita (US$): 10.654

Língua: Inglês e Francês

Religião: Cristianismo