Kosovo

Não são as mais felizes as imagens que nos assaltam quando falamos do Kosovo (1998), um país que tem sido palco de inúmeros conflitos e que ainda não é reconhecido como independente por todos. A Sérvia continua a reivindicar parte do território, localizado na conturbada zona dos Balcãs.
Fruto dos constantes bombardeamentos e retrocessos, o país apresenta várias carências, sobretudo económicas e, como tal, as condições para o turismo não são as ideais, ainda que se trate de um país calmo e já com bons restaurantes e hotéis na sua capital e mais populosa cidade, Pristina.
Com cerca de 500 mil habitantes, sobretudo islâmicos, a cidade situa-se no Nordeste, próxima dos Montes Goljak e com vista para as Sar, as montanhas que integram o único Parque Nacional do território kosovar. Apesar da destruição, ainda patente em alguns bairros e edifícios, Pristina tem vários pontos de interesse, como o Museu Etnográfico, o Museu da Independência, a Galeria de Arte Kosovar, o Museu Ferroviário ou o Museu do Kosovo, onde se pode admirar uma estátua com 6 mil anos, a Hynesha ne Fron (Deusa num Trono). 
O Prédio da Academia, a Mesquita do Mercado, o Bazaar (mercado típico dos balcãs, onde se nota a clara influência albanesa), a Torre do Relógio, a Mesquita Fatih, a mais grandiosa construção de Pristina, a Mesquita Jashar Pasa, o Monumento aos Mártires ou o Palácio da Juventude preenchem as ruas desta recente capital, que também conta com várias áreas verdes, como os parques Germia ou Taukbahques.
Mais a Sul, outra cidade figura como uma das mais atrativas do ponto de vista turístico, Prizren. Também devastada por guerras pela independência, a segunda cidade mais populosa do Kosovo integra um dos quatro monumentos classificados pela UNESCO como Património Mundial, a Igreja de Nossa Senhora de Ljevis. A ela juntam-se o Monastério de Decani, o de Pec e os Frescos da Igreja dos Santos Apóstolos, monumentos espalhados pelo território kosovar, ainda reclamados pelo governo sérvio.
De volta a Prizren, merecem uma visita as Igrejas de São Nicolau e São Jorge, a Catedral da Nossa Senhora do Perpétuo Socorro, as Mesquitas Sinan Pasha, Kuklibeu e o Minarete da Mesquita de Arasta, assim como o Teatro, o Seminário Ortodoxo, a zona comercial de Shadervan e a Old Stone Bridge, a mais famosa ponte desta cidade.
Enquanto aguarda o reconhecimento unânime da sua independência, o Kosovo tenta erguer-se de décadas de conflitos. Numa área geográfica problemática, as marcas da passagem de diferentes povos são notórias e, resolvido que fosse o problema da independência do território kosovar, a mescla de vestígios poderia ser não um testemunho de guerra, mas antes uma memória cultural de grande riqueza.


QRCode: Kosovo



Área: 10.887 km²

População: 1.847.000

Capital: Pristina (500.000)

Per capita (US$): 7.400

Língua: Albanês e Sérvio

Religião: Islamismo e Cristianismo