Arménia

Situada entre o Mar Negro, o Mar Cáspio e o Sul do Cáucaso, a Arménia (1991) é um país pequeno, o menor dos que resultou do desmembramento da antiga União Soviética, mas grande em património histórico, nomeadamente de cariz religioso. Primeiro estado a adotar o Cristianismo, este país está repleto de construções religiosas de grande importância que constituem, em simultâneo, os pontos turísticos de maior destaque. Três destes estão classificados pela UNESCO como Património Mundial da Humanidade.
A Norte, os Monastérios de Haghpat e Sanahin destacam-se. Importantes centros de difusão cultural, estes monastérios mostram o apogeu da arquitetura religiosa da Arménia. Rodeadas de uma paisagem verdejante, as construções fazem os visitantes como que viajar no tempo. O mesmo acontece na Catedral e nas igrejas de Echmiatsin, as mais antigas do mundo. Também o sítio arqueológico do mundo, constituído pelas ruínas de duas igrejas, está inscrito na lista da UNESCO. Nela constam ainda os belos Monastérios de Geghard, com igrejas e tumbas escavadas na rocha e o Vale Alto de Azat, que acolhe as construções milenares.
A fé do povo está bem marcada na tradição da Arménia que, embora tenha passado por momentos conturbados na História, nomeadamente o genocídio de 1923 e consequente diáspora, procura modernizar-se, aproximando-se dos padrões europeus, e ser um elo apaziguador entre o Médio Oriente e a Rússia.
Sem costa marítima, o país transcontinental está repleto de vales, como o Ararate, o Much ou o Khaberd, e tem em Erevan a capital. Centro político, económico e social, a cidade é ainda muito rica a nível cultural, possuindo inúmeros teatros, uma bela sala de ópera, o Museu Histórico, um importante pólo industrial e comercial também. As ruínas da Fortaleza de Erebuni e da Fortaleza Romana são as principais atrações turísticas da capital do país, também conhecido pelo seu maciço vulcânico, situado no Centro do território.
?Capital do Humor?. Assim se designa a segunda maior cidade da Arménia, Gyumri, cheia de tearos, cinemas, escolas de música, palácios de arte, fortalezas e, como seria de esperar, várias construções religiosas de rara beleza.
No Noroeste, destaque para as águas curativas de Vanadzor, uma cidade propícia ao descanso. As estâncias do Lago Sevan, as águas termais de Arzni e Jermuk, as florestas de Dilijan, Aghveran, Tsaghkadzor, Bjurakan e Gugark, as cavernas montanhosas naturais e as falésias da região Sudeste são outros atrativos naturais de um país, que embora tenha as suas gentes espalhadas pelo mundo, tenta agora dar nova vida e nova força à Nação.

QRCode: Arménia



Área: 29.743 km²

População: 3.262.200

Capital: Erevan (1.107.800)

Per capita (US$): 5.178

Língua: Arménio

Religião: Cristianismo