Rep. Dominicana

É um dos destinos prediletos dos amantes da praia. A República Dominicana foi a porta de entrada dos Europeus no continente americano e é, hoje, um dos locais eleitos para umas férias calmas, ao som do merengue e com sol e águas límpidas como cenário. O país ocupa a maior parte da Ilha de São Domingos, que alberga também o Haiti. Ao contrário do país vizinho, a República Dominicana vive essencialmente da atividade turística, fruto das praias paradisíacas que detém.
É quase impossível enumerar todas as praias da vasta costa do país, banhado a Norte pelo Atlântico e a Sul e Este pelo Mar do Caribe. Começando pelo Norte, destacamos as praias de Puerto Plata e a Península de Samaná. Já no Leste, duas das regiões mais cobiçadas pelos turistas, as praias de Punta Cana e Bávaro. Já no Sul do país, destaque para Boca Chica, Juan Bolio, La Romana, Baraona, entre muitas outras. O país está preparado para o turismo de massas nestas regiões, dotadas de resorts de luxo, restaurantes variados e muita animação, de dia e de noite.
Além das águas límpidas, os mais aventureiros podem experimentar o mergulho e contemplar lagos subterrâneos, recifes de coral e alguns galeões naufragados. O rafting, a canoagem e as caminhadas também são atividades ao dispor dos turistas mais no interior do país, onde abundam cascatas, rios e lagos, sendo o Lago Enriquillo o mais conhecido. O Pico Duarte, ponto mais alto do país, é também uma atração turística daqueles que procuram mais que praia na República Dominicana. Várias ilhotas podem também ser percorridas pelos visitantes, como é o caso de Los Frailes, Beata, Catalinita ou Alto Velo.
Ainda para os amantes da Natureza, a nota de que existem 14 Parques Nacionais a visitar e que permitem conhecer a riqueza da fauna e da flora do país caribenho. A par da riqueza natural, este país foi também presenteado com um passado histórico rico e que vale a pena conhecer. Foi nele que atracou Cristóvão Colombo na primeira incursão à América, daí que as marcas do navegador sejam muitas no país. A Cidade Colonial de Santo Domingo, Património Mundial da Humanidade, é cenário de algumas. Foi a primeira cidade com marcas europeias a ser construída em solo americano. Nela nasceu a primeira catedral, o primeiro hospital ou a primeira universidade. Santo Domingo está claramente divida em duas partes distintas: a zona colonial, que tem como atrativos a Catedral de Nossa Senhora da Encarnação, a Porta do Conde, o Alcácer de Colombo, o Mosteiro de São Francisco, a Capela dos Remédios, o Parque Colombo, o Convento de Santo Ignacio de Loyola ou a Fortaleza. Na zona mais moderna, destacam-se edifícios bem mais recentes, muitos museus e vários mercados bem animados.
Nos arredores da capital, dois locais a destacar: La Caleta, local onde se encontram os restos mortais de antepassados indígenas, e a Gruta dos 3 Olhos, uma gruta a 20 metros de profundidade onde existem três lagos de águas transparentes e uma beleza única, equiparável às deliciosas praias da costa do país.
Já no interior, no Vale de Cibao, localiza-se a segunda maior cidade da República Dominicana, Santiago dos Cavaleiros, chamada de ?coração do país?. A Catedral, as muitas igrejas, o Parque Duarte ou o Museu do Tabaco são apenas alguns dos atrativos desta cidade. Bonao, La Vega, Jarabacoa e Constança são outras localidades que valem uma visita.
Quem procurar apenas a praia, não faltam mesmo opções. Desde a Costa Âmbar, onde fica Porto Plata, até ao Parque de Jaraguá, já perto da fronteira a Sul com o Haiti, não há zona que não valha uma paragem. O azul das águas mistura-se com o verde da vegetação, num cenário idílico, completado pelos ritmos quentes e pelos sorrisos abertos das gentes que habitam a ilha.

QRCode: Rep. Dominicana



Área: 48.442 km²

População: 9.507.133

Capital: Santo Domingo (3.001.613)

Per capita (US$): 7.041

Língua: Espanhol

Religião: Cristianismo