Senegal

Senegal ? Banhado pelo Atlântico, o Senegal é um verdadeiro país africano, com uma fauna e uma flora muito ricas, parques e reservas com muito por descobrir e uma cultura bem marcada. Independente desde 1960, o país tem em Dakar, a capital, um dos locais mais conhecidos. A capital senegalesa tem muito mais para mostrar aos seus visitantes, além do pódio do famoso rali. O controvérso Monumento da Renascença Africana, a Grande Mesquita, a Catedral de Dakar, o colorido mercado Kermel ou o Parque Henn, recheado de florestas e pântanos são apenas algumas das maravilhas a descobrir na cidade, também banhada por belas praias, como a Praias das Crianças, a de L?Anse Bernard, a de Pasteur, a de Bel-Air ou a de Fann. 
A 80 Kms da capital mais um conjunto de belas praias, em M?Bour. Outro dos destinos turísticos mais famosos do país, este mais a Sul, é Casamance. Cap Skirring é o ponto mais conhecido do local, também rico na sua fauna e flora. Riqueza animal é o grande trunfo de mais um local a não perder, o Parque de Barbarie, com aves e tartarugas. Já o Parque de Madeleine é uma vasta colónia de aves aquáticas. Também pela riqueza da fauna, mas sobretudo pela beleza natural, o Lago Retba (Lago Rosa ? pela tonalidade que apresenta) é outro sítio a não perder numa visita ao Senegal.
Outros três locais devem ser visitados, pela imensa riqueza natural que possuem: o Delta do Rio Saloum, considerado reserva da biosfera, o Santuário Ornitológico Djoudj, com 16 mil hectares habitados por milhão e meio de aves migratórias e o Parque Nacional Niokolo-Koba, um verdadeiro santuário da vida selvagem com 913 mil hectares, cortados pelo Rio Gâmbia. Os três locais são Património Mundial da Humanidade.
Na lista da UNESCO figuram ainda mais três locais em território senegalês. Um deles é partilhado com a Gâmbia, os famosos monumentos megalíticos em forma circular. Os cerca de 1000 monumentos de Senegambia mostram aquilo que foi uma civilização passada muito organizada e estruturada. A Ilha de Saint Louis também é Património da Humanidade desde 2000. A chamada ?Veneza de África? teve, no período colonial, funções defensivas de extrema importância. Hoje vive essencialmente da atividade piscatória, na qual trabalharam milhares de senegaleses. A Ilha Gorée, localizada em frente à cidade de Dakar, é também Património Mundial desde 1978, pela sua importância histórica. A Ilha foi, durante séculos, um entreposto de escravos e revela um interessante contraste entre as sombrias casernas onde se mantinham os escravos e as exuberantes mansões, dos comerciantes de mão-de-obra da época. O forte da ilha, uma das principais atrações, alberga hoje o Museu de História do Senegal.
Maioritariamente muçulmano, o Senegal tem também um vasto conjunto de mesquitas de grande beleza e que vale a pena conhecer. Além da de Dakar, com vista para o mar, destaque para a de Touba, considerada uma cidade santa e onde acorrem anualmente milhares de peregrinos.
Belos monumentos, praias calmas e brancos areais e sobretudo uma riqueza natural sem igual marcam este país, que foi e é, como se nota, muito mais que a meta do mais famoso rali do mundo, o antigo Paris-Dakar.

Ver post, fotosfilme-1 e filme-2.

QRCode: Senegal



Área: 196.722 km²

População: 13.343.424

Capital: Dakar (2.476.400)

Per capita (US$): 1.685

Língua: Francês, Uolofe

Religião: Islamismo