S. Tomé e Príncipe

São Tomé e Príncipe ? Se imaginarmos uma África com povos sorridentes, praias quase selvagens, vegetação exuberante e grande variedade de fauna e flora, o arquipélago de São Tomé e Príncipe pode ser o local ideal para ?encontrar? o continente. Independente de Portugal desde 1975, o arquipélago é composto pelas Ilhas de São Tomé e de Príncipe e por várias ilhotas. São Tomé é a maior das ilhas contando com 131 mil habitantes. São apenas 6 mil os habitante de Príncipe.
O turismo, a exploração de petróleo e a pesca são as principais atividades do arquipélago, situado no Golfo da Guiné. São Tomé é a capital do país e os seus edifícios marcam bem o período colonial. O Forte de São Sebastião, o Palácio Presidencial e a Baía de Ana Chaves, de onde se avista os ilhéus das Cabras, são pontos de interesse na cidade. Se caminharmos em direção ao anterior, tanto da ilha de São Tomé como da de Príncipe, encontramos as condições propícias para o cultivo de inúmeras variedades de flores. O Jardim Botânico, por exemplo, é um local onde se podem visitar espécies raras e cerca de 140 espécies diferentes de orquídeas.
O Pico de São Tomé, o mais alto do arquipélago, é outro local a visitar, bem como a Lagoa Amélia, recheada de lendas. A Lagoa situa-se na cratera de um vulcão extinto, onde se podem avistar uma grande diversidade de aves. Outro local imprescindível para os amantes da observação das aves são as Pedras Tinhosas, duas ilhotas a 22 kms da Ilha de Príncipe. As savanas, que se encontram no Norte e Nordeste de São Tomé, também são locais a conhecer no arquipélago.
Muito caraterísticas do arquipélago são as roças. São várias e têm imensas casas de estilo colonial. A Roça de Monte Café apresenta uma vasta área de cultivo de café e integra ainda as belas cataratas de São Nicolau. A de Água Izé apresenta o local designado de Boca do Inferno, terra e rochas encravadas no mar. Já a Roça de Bombaim inclui dois maciços, o Formoso Grande e o Formoso Pequeno. Uma das mais conhecidas é a Roça de São João, onde se localiza uma das vilas mais importantes da Ilha, a de Santa Cruz de Angolares. Esta roça tornou-se ainda famosa por ser cenário do programa ?Na roça com os tachos?, de João Carlos Silva.
Local simbólico também no arquipélago é o Ilhéu das Rolas, atravessado pela linha do Equador. Também a reserva natural Obô não dispensa uma visita. Inclui um vasto número de espécies raras, algumas mesmo em risco de extinção. Em São Tomé, destaque também para a maior reserva de mangues do arquipélago. Os mangues nas margens do Rio Malanza são uma verdadeiro santuário ecológico. Já na Ilha de Príncipe, realce para um evento cultural, o Auto de Floripes, um teatro de rua que retrata a luta entre cristãos e mouros. Saliente-se que, em termos climáticos e geográficos, as duas principais ilhas do arquipélago são muito semelhantes.
Semelhantes também na beleza das praias que ostentam, algumas mais propícias ao descanso, outras à prática de desportos aquáticos. Na ilha de São Tomé destacam-se as praias de Micoló e Jalé (onde se podem observar tartarugas), a de Tamarinos, a das Conchas, a Praia Grande, a de Santa Catarina ou a de Inhame. Já em Príncipe, algumas das praias mais populares são as de Santa Rita, a Prainha, a das Bananas ou a das Burras. Pesqueira, Pombo e Escada são as mais conhecidas do ilhéu das Rolas. A esta lista podiam juntar-se muito mais exemplos. Com águas calmas e cristalinas, a vasta costa do arquipélago é um paraíso para os fãs de praias selvagens, algumas quase por explorar.

QRCode: S. Tomé e Príncipe



Área: 1.001 km²

População: 187.356

Capital: São Tomé (56.166)

Per capita (US$): 1.266

Língua: Português

Religião: Cristianismo