Ruanda

Ruanda - Muito acidentado, com muitas montanhas e vales, o Ruanda é conhecido como o país das ?Mil Colinas?. Com vários lagos, uma fauna selvagem rica e parques naturais de grande interesse, o país chamou até si maiores atenções pelos piores motivos possíveis. Em 1994, 800 mil pessoas morreram, fruto de uma guerra civil entre tutsis e hutus. Esta página negra da história do Ruanda não está ainda esquecida por ninguém, sobretudo por todos que perderam familiares num dos maiores genocídios da História.
Quem conhecer este país, situado na região dos Grandes Lagos, não fica imune às marcas do episódio mais sangrento da sua História. Há vários memoriais às vítimas da guerra, nomeadamente o Memorial de Kigali, capital do Ruanda, onde estão os restos mortais de 250 mil ruandeses. O Hotel ?Des Milles Colines? é outra marca do genocídio, mediatizado inclusivamente pelo cinema, através do filme ?Hotel Ruanda?, que retrata a história de Rusesabagina, o gerente do hotel que conseguiu esconder, e salvar, mais de 1200 pessoas durante o massacre.
Depois das atrocidades do genocídio, o país foi tentando erguer-se e tem, neste momento, um modelo de desenvolvimento exemplar no que toca aos países em vias de desenvolvimento. Kigali, a capital, por exemplo, mereceu já o reconhecimento pela limpeza, segurança e conservação do modelo urbano. Outras cidades do país, como Gitarama ou Butare (capital intelectual e cultural) também valem uma visita. O único museu do Ruanda, que conta a história do país, localiza-se precisamente nas proximidades de Butare e merece uma passagem.
Além das cidades, as pequenas povoações dispersas pelas montanhas despertam grande curiosidade. Na estrada para Byumba, no Norte do país, podem apreciar-se as construções em barro, além dos vastos campos de chá, um dos produtos mais exportados do país. Outra das marcas identitárias do Ruanda são os gorilas. Podem ser observados no Parque de Kahuzi Biega ou na reserva ?Gorilas na Névoa? no Parque dos Vulcões, um espaço que concentra sete vulcões, sendo um deles o ponto mais alto do Ruanda, com 4507 metros, o Monte Karisimbi.
Com vários lagos e uma fauna e flora riquíssimas está também o Parque Nacional de Akagera, já na fronteira com a Tanzânia. Além dos animais que se podem observar no seu habitat natural, podem ainda apreciar-se as belas cascatas de Rusumu. Quedas de água e fontes termais podem ainda ser vistas no Bosque de Nyungwe, habitado por búfalos e leões.
A não perder ainda uma passagem pelas margens do mais conhecido lago do país, o Kivu. Locais como Gisenyi ou Kybuye são imperdíveis pela beleza natural que ostentam. Beleza é o que não falta num país onde já se viveram cenas de um horror brutal. Em 1994 os olhos do mundo viram apenas mortos, feridos e sangue. Hoje o Ruanda tenta passar uma imagem mais positiva e sobretudo mais pacífica ao mundo.

QRCode: Ruanda



Área: 26.338 km²

População: 10.746.351

Capital: Kigali (745.261)

Per capita (US$): 1.148

Língua: Francês, Inglês, Kinyarwanda, Suaíle

Religião: Cristianismo, Islamismo, Crenças Africanas