Libéria

Demarca-se dos restantes países africanos, por não ter sido alvo da disputa entre as potências colonizadoras europeias, mas não está imune aos problemas que grande parte de África continua a viver. A Libéria, vizinha da Serra Leoa, da Guiné e da Costa do Marfim, tenta hoje erguer-se de novo, depois de duas guerras civis, que roubaram a vida a milhares de habitantes, dos 16 grupos étnicos que povoam o território.
Com uma estreita ligação aos Estados Unidos, o país foi escolhido como repositório de vários escravos que, em 1847, conseguiram lutar e tornar esta nação, antes conhecida como ?Pimenta Malagueta? ou ?Pimenta da Costa?, independente. A luta dos escravos negros não foi bem-sucedida por muitos anos e, cedo, começaram os conflitos. Ano após ano, a economia foi sendo destruída, as cidades devastadas e a instabilidade instalou-se. Ainda hoje, o turismo é desaconselhado no país que, embora hospitaleiro, não garante condições de segurança. São milhares os refugiados da Libéria nos países vizinhos e, muito recentemente, algumas organizações não-governamentais consideraram o país o mais corrupto do mundo.
Com uma costa baixa e arenosa, onde prevalecem os pântanos e as florestas de mangues, a Libéria tem em Monróvia a sua capital e cidade mais importante e populosa. Localizada na costa do Atlântico e do Cabo Mensurado, Monróvia foi o primeiro assentamento norte-americano em África e é, hoje, o centro político, cultural e social do país. O seu porto é uma importante fonte de riqueza, de onde partem os principais produtos do país, nomeadamente advindos da agricultura, a principal atividade económica.
No total, a Monróvia é cruzada por 20 bairros, sendo fácil distinguir os mais antigos, ainda com marcas claras dos conflitos armados, dos mais modernos, onde predominam alguns locais de lazer. O Museu Nacional da Libéria, o Templo Maçónico (em ruínas), a Broad Street ou o Estádio Nacional Complex, um dos maiores estádios do continente africano, são alguns dos mais emblemáticos monumentos da capital.
Com 15 condados, o país apresenta ainda algumas riquezas naturais de destaque como o Monte Nimba, Património Mundial da Humanidade, e o Monte Wuteve, com 1580 metros. Paisagens belas que contrastam com a insegurança, a problemática do tráfico de diamantes, que tem implicado sanções por parte da ONU, e os conflitos sociais. Problemas a mais para se esperar um futuro risonho para este peculiar país de África.

QRCode: Libéria



Área: 111.369 km²

População: 3.955.000

Capital: Monróvia (939.524)

Per capita (US$): 373

Língua: Inglês

Religião: Cristianismo, Islamismo, Crenças Africanas