Gâmbia

Um país pequeno em dimensão mas grande em beleza natural. A Gâmbia localiza-se na costa ocidental do continente africano, vivendo em torno do principal rio que atravessa o país e que lhe dá nome, o Rio Gâmbia. Ingleses e franceses disputaram as terras que hoje integram a nação e foi dessa disputa que se fizeram as fronteiras que hoje se conhecem. Reza a história que os franceses propuseram aos ingleses que apenas teriam poder do território que conseguissem atingir com as balas de canhões, colocados ao longo do rio. Ainda que não haja evidências históricas desta peculiar definição de fronteiras, os habitantes locais contam que o país foi assim definido, "a bala de canhão". O acordo entre as partes foi conseguido em 1889, tendo o país ficado independente em 1965.

Actualmente o turismo é um sector importante de desenvolvimento do país, não só pela sua proximidade com a Europa, mas também pela beleza das suas praias, muito procuradas pelos turistas do velho continente. Bajau e Kololi são praias de areias douradas e pequenas enseadas. As de Cape Point ganham notoriedade pela vegetação que as rodeia. A riqueza da fauna e da flora do país pode ser conferida em diferentes locais entre eles os parques do Gâmbia, o do Bijilo, e outras reservas como a de Niumi, a de Kiang e a de Abuko, esta última com uma variedade de aves, macacos e crocodilos. Da natureza para a arquitetura, a capital Banjul, é um ponto de paragem obrigatório. As catedrais, as mesquitas, os museus e os mercados são apenas alguns dos locais que valem uma visita. Também no roteiro pelo país não pode faltar uma passagem pelos dois sítios Património Mundial da UNESCO. O primeiro - a Ilha de James, em pleno rio Gâmbia, tem inúmeros vestígios da colonização europeia, sendo ainda um importante marco histórico no que diz respeito ao início e ao fim do tráfico de escravos. O segundo é um local considerado sagrado pelos seus habitantes - os círculos de pedra de Senegambia. Trata-se de quatro círculos de monumentos, túmulos e campas, espalhados ao longo das margens do Gâmbia. 

Embora ainda continue a ser um dos países mais pobres do mundo, a Gâmbia não perde a vontade de crescer. As dificuldades com que a população tem que lidar não abalam a boa disposição dos residentes, daí que o "país-rio", cheio de alegria e de cor, seja apelidado de "sorriso de África".

Ver filme.

QRCode: Gâmbia



Área: 11.295 km²

População: 1.735.464

Capital: Banjul (34.589)

Per capita (US$): 1.326

Língua: Inglês

Religião: Cristianismo, Islamismo