Tunísia

Berço da nação cartaginesa, a Tunísia é uma mistura interessante de tradição e modernidade, de exotismo e familiaridade, de ambiente desértico e de praias de areia dourada. Independente desde 1956, este país do Magrebe conserva vestígios preciosos dos povos que foram atravessando o seu território, dividido hoje em 24 províncias.

Um dos sete locais considerados Património Mundial da Humanidade é o Anfiteatro El Jem, o segundo maior do mundo, a seguir ao Coliseu de Roma. Construído no século III, o anfiteatro tem capacidade para 35 mil espectadores. Kairouan ou a "Cidade das 50 mesquitas" é a capital espiritual do Magrebe. Com um património arquitetónico de rara riqueza, é dos locais mais visitados pelos turistas. A Grande Mesquita, as 400 colunas de mármore, a Mesquita das Três Portas são apenas exemplos do que se pode ver nesta cidade, a 160 kms de Tunes. Precisamente em Tunes, a capital, também se pode admirar a bela Medina, património Mundial desde 1979. As várias mesquitas e os característicos souqs são razões mais que suficientes para conhecer a capital da Tunísia. Outro importante local a visitar é Cartago, antiga cidade fenícia e uma potencia na Antiguidade, destruída depois das três Guerras Púnicas e cujas ruínas podem ainda hoje ser admiradas. Perto da capital tunisina fica também Dougga (ou Thugga), a cidade africana com mais templos. O capitólio, o teatro ou os templos de Saturno e Juno Caelestis são apenas alguns dos monumentos que podemos admirar neste local. Também a Medina de Sousse é admirável e é um exemplo da conquista islâmica do Magrebe. Na lista da UNESCO cabem ainda os bem conservados vestígios da cidade púnica de Kerkuane e a sua necrópole.

Para além deste património histórico, a riqueza natural tunisina é vasta. Ao norte perto de Bizerte, localiza-se o Parque Nacional Ichkeul. Trata-se de um monte isolado, coberto de vegetação e banhado por um belo lago, à volta do qual se desenvolveu uma fauna e flora de grande riqueza. Boukornine e Bou-Hedma são outros parques naturais de grande importância no país, a par dos que se encontram nas ilhas Zembra e Zembretta. Quem preferir a aridez do deserto ao verde dos bosques, as opções são várias. Quase metade do território tunisino é ocupado pelo Saara, pelo que as incursões no maior deserto quente do mundo não são difíceis de conseguir. Entre Tozeur, o mais celebre oásis tunisino e a ilha de Djerba, cruzamos o deserto de sal Chott el Jerid e aldeias trogloditas de Matmata. Com os seus 1000 kms de costa, a Tunísia tem ainda para oferecer aos visitantes praias de areias douradas e águas azul turqueza. Sfax, Sousse, Hammamet, Mahdia ou as ilhas de Djerba e Kerkennah são apenas exemplos de locais com belas estâncias balneares. A verde Tabarka, a movimentada Monastir ou a charmosa Sidi Bou Said, são cidades no litoral também a visitar numa passagem por este país, repleto de contrastes, sem dúvida bastante convidativos.

QRCode: Tunísia



Área: 163.610 km²

População: 10.216.000

Capital: Tunes (728.453)

Per capita (US$): 8.255

Língua: Árabe, Bérbere e Francês

Religião: Islamismo Sunita