Israel

Israel ? O único país predominante judaico do mundo é, na verdade, palco de um conjunto de manifestação religiosas, de credos diferentes que conferem ao país um identidade sobretudo religiosa, algo bem claro pelas construções encontradas nas cidades mais importantes, como nos eventos que marcam a vida do país, independente desde 1948. Com raízes nas ?Terras de Israel? este é um país desenvolvido, mas que não vive em paz. Os conflitos permanentes com a Palestina têm-se mantido ao longo de décadas e continuam a ser um entrave a um maior crescimento do país e do próprio setor turístico.
São 6 os locais que a UNESCO classifica como Património da Humanidade em Israel. Os locais sagrados de Bahá?i e o Oeste da Galileia são um desses locais. Trata-se de um complexo com 26 edifícios representativos da fé e da peregrinação. Destacam-se no complexo os santuários de Baháu?lláh e o mausoléu de Báb. Também os antigos assentamentos das cidades bíblicas de Meggido, Hazor e Berr Sheba merecem o reconhecimento da UNESCO. A Rota do Incenso nas cidades desérticas do Neguev (com areias de muitas cores) também consta da lista, por estarem ligadas entre si, com fortalezas e belas paisagens, por onde passavam as rotas do incenso e especiarias. Masada, um palácio construído por Herodes num maciço com 400 metros de altitude, é também um local imperdível, onde se podem ver as ruínas do palácio em estilo clássico e as marcas de um cerco romano. Destaque ainda para a Cidade Antiga de Acre, a norte da Baía de Haifa. A cidade é um exemplo perfeito do planeamento de Jerusalém e conta com um porto, mesquitas e pátios. Relevo ainda para a Cidade Branca de Tel Aviv, a maior concentração do mundo de prédios em ?Estilo Bahaus?, de cor branca.
Além dos locais distinguidos pela UNESCO, Israel está recheado de locais importantes, sobretudo no que toca à religião. As igrejas, as mesquitas e as sinagogas estão espalhadas por todo o território. A capital, Jerusalém, é considerada a ?Cidade Santa? e trata-se do centro religioso mais importante do mundo. A cidade é um contraste entre edifícios mais modernos e os mais tradicionais, onde se encontram os locais bíblicos e também os mais procurados pelos turistas. No bairro cristão, por exemplo, merece destaque a Basílica do Santo Sepulcro, para onde convergem católicos, ortodoxos, sírios,? Já no bairro Arménio, por exemplo, destaque para o Museu Torre de David, a Igreja de Santiago Maior ou o minarete otomano. Já no bairro judeu, destaque para as inúmeras sinagogas. Passar pela cidade exige ainda uma passagem pelo Monte do Templo, onde encontramos o célebre Muro da Lamentações e ainda a Mesquita de O Aqsa, com a sua cúpula prateada. Igrejas importantes e locais bíblicos de enorme importância podem também ser visitados no Monte das Oliveiras e Vale de Cedrão, no Monte de Sião ou na Mesquita de Omar, onde se distingue a Cúpula da Roca, uma cúpula dourada, uma das atrações mais conhecidas da cidade.
Tel Aviv, a ?Colina da Primavera? é uma cidade moderna com vários monumentos interessantes e muitos museus onde se conta a História do país, tão rica sobretudo do ponto de vista religioso. Já Jaffa é uma cidade labiríntica, com várias mesquitas e museus também. Na região da Galileia, destaque para as muitas sinagogas e paisagens bíblicas de relevo. Além dos locais sagrados, em que incluímos também o Rio Jordão e o Mar Morto, destaque ainda para a beleza natural do país. Em Eilat, por exemplo, há um porto importante, a Praia dos Golfinhos, a Granja das Avestruzes ou a Praia de Coral. Junto ao Lago Tiberíades (com 21 kms de extensão), há várias fontes, jardins e nascentes de águas termais. Imprescindível ainda falar do Mar Morto, também com importância bíblica. Além dessa, realce-se a presença do Parque Nacional Em Gedi ou as gargantas de Nahal David. A Noroeste do Mar Morto destaque para o sítio arqueológico de Qumram e para a cidade de Jericó. Nazaré, com imensas igrejas, em que se destaca a Basílica da Anunciação, é mais um local a não perder.
Apesar da beleza arquitetónica do país e essencialmente do valor histórico de cada um dos monumentos religiosos que se encontram em Israel, a verdade é que há uma sombra que paira constantemente sobre a designada Terra Santa ou Terra Prometida, a guerra com os palestinianos, que reivindicam parte do território e alguns dos locais aqui elencados. O conflito israelo-palestiniano, que dura já há seculos, continua pendente e não parece haver termo à vista. Em causa está parte da cidade de Jerusalém, reclamada pelos Palestinianos, os assentamentos israelitas na Cisjordânia, a segurança de israelitas e palestinianos, os recursos hídricos da região, bem como o reconhecimento do Estado Palestiniano ou o Bloqueio da Faixa de Gaza. São pesadelos que travam que impedem o sonho de este território ser, de facto, um local sagrado onde a paz impere.

QRCode: Israel



Área: 20.770 km²

População: 7.913.900

Capital: Tel Aviv (403.700) e Jerusalém (773.600)

Per capita (US$): 32.297

Língua: Hebraico e Árabe

Religião: Judeísmo, Islamismo e Cristianismo